Equipe

IMG_6978 - Cópia

de pé: aldo, polly, layon, francesco, leandro, melissa, cathe e prana, anderson, irena.
no chão: rebeca, marcos, felipe, sinval, maywa, angelica e lirio.
quem falta: talita, edson, guilherme, pedro, fernanda, bruna, taina…

 

Sócios do Instituto Arca Verde

 

Leandro Sparrenberger é permacultor, agrofloresteiro e bioconstrutor. Trabalha com projetos de educação ambiental dentro e fora da Arca Verde (é morador da Ecovila), consultoria e design para sustentabilidade. Focaliza oficinas de telhados vivos, yurts, sistemas de combustão a lenha de eficiência, construção com terra, ecovilas, consumo consciente, entre outros.

 

 

 

 

 

 

Marcos Molz é morador da Arca e do mundo. Ele é permacultor, educador ambiental e facilitador em Dragon Dreaming (design de projetos sustentáveis). Se interessa por pedagogias alternativas, eco-construções, música, ecologia profunda e ciências da complexidade. Ele é biólogo e participa dos cursos na Arca como educador.

 

 

 

 

 

 

 

dsc01429

Angélica Jost iniciou sua caminhada com a permacultura em 2010, em imersões na sede do antigo IPERS em Viamão, RS. É sócia-moradora desde 2013 com passagem por grupos de áreas rurais com enfoque em autonomia e sustentabilidade. No chão e na família da Arca encontrou o espaço para viver com simplicidade e conexão com a Terra, observando, aprendendo com os ciclos da Natureza e experienciando a vida comunitária. Ministra em parceria vivências de sustentabilidade doméstica, com oficinas de cosmética natural e culinária integral. Pesquisadora dos saberes de cura, integra os conhecimentos e aplicações das plantas medicinais, massagem indiana e outras práticas do cuidar no seu trabalho e cotidiano. Também é doula em formação pela escola Cais do Parto.

 

 

Felipe da Silva Rosa, nasceu em 1996 em São Francisco de Paula/RS, chegou na Comunidade Arca Verde em 2015 (morador). Um jovem criador que acredita na Mudança Alternativa da Sociedade, tendo uma imagem positiva do Futuro da Humanidade. Ele gosta de aventuras, desafios e principalmente trabalhar com a terra produzindo alimentos Agroecológicos. Trabalha constantemente para realizar seus objetivos, seguindo princípios  permaculturais. Em serviço profissional, ele oferece Assistência Técnica Agroecológica, trabalhando com Sistemas Agroflorestais Biodinâmicos. Na Arca Verde seu trabalho é produzir alimentos para a comunidade, objetivando uma margem excedente da produção para geração de renda comunitária.

 

 

 

 

Alexandre Monaco é morador do Instituto Arca Verde. É entusiasta no estudo e utilização das PANCs (plantas alimentícias não convencionais) no dia-a-dia da comunidade, além de trabalhar com Sistemas Agroflorestais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Colaboradores do Instituto Arca Verde

 

 

 

 

 

 

Guish

(não morador)

 

 

 

 

 

 

Bruna Barella  atua como articuladora – tecelã de redes e lãs –  e  educadora ambiental em temáticas diversas da sustentabilidade. Focaliza vivências do Sagrado Feminino, Ecologia Profunda e Maternidade Conectada – seu foco mais recente que exerce diariamente. Outros temas de interesse são: consenso, educação da nova era, cinema e debates, ferramentas sociais, economia solidária, viagens, entre outros.

(não-moradora)

www.maternagemnatural.blogspot.com

 

 

 

 

 

 

 

 

Fernanda Poletto,
Educadora ambiental, popular e antroposófica. Conheceu os conceitos de permacultura a 5 anos atrás em uma visita a Arca Verde e, desde então, querendo compreender do que se tratava a permacultura, buscou experimentar a sustentabilidade em seu completo círculo que abrange as dimensões social, econômica, ecológica, espiritual e principalmente educacional. Cursou seu primeiro PDC ( Permacultura Design e Certificate) na Arca Verde e o segundo com a permacultora Janet Millington na Austrália, onde permaneceu por 2 anos conhecendo ecovilas e trabalhando voluntariamente em fazendas com cultivo orgânico de alimentos. Atualmente trabalha em projetos e escolas municipais de Porto Alegre como educadora ambiental e cursa a formação de pedagogia Waldorf para professores. Mora em uma comunidade urbana onde exercita diariamente a possibilidade de viver as éticas permaculturais na cidade. Gosta de estar com crianças e dançar.

 

5805_1023124491067215_4189844028733528600_n

 

Pedro Lunaris é educador popular, estudante de teatro, morador de Porto Alegre e acredita que as bicicletas podem mudar as cidades. É um grande interessado por explorar e manifestar a inteligência e a criatividade coletivas de grupos e coletivos. É formado em psicologia, tem mestrado em psicologia social, fez algumas formações de terapia corporal, trabalhou como Acompanhante Terapêutico, é mediador voluntário da Casa de Mediação da OAB/RS, trabalha com fotografia de espetáculos, é monitor do Núcleo de Fotografia da UFRGS, estuda um campo convencionado com o nome de Comunicação Não-Violenta, é aprendiz e treinador de Dragon Dreaming e acredita que qualquer definição é sempre insuficiente e o que mais interessa é aquilo que nos escapa. Foto: Renata Ibis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Slideshow
CADASTRE-SE!
Cadastre seu email e receba boletins informativos da Arca


Cadastrar
Descadastrar

Compartilhar